Quase pronta para voar

borboleta_casuloCopiando Roberto Carlos -“quanto tempo longe de você, quero ao menos lhe falar…” – resumo meu afastamento do blog com várias notícias.

Engordei os kilos perdidos, comecei uma pós e já tranquei, fui promovida e depois me “despromoveram”, trabalho com ameças de demissão, curso uma oficina de criação literária com a professora mais foda que já tive, vou ser tia novamente e  está chegando meu aniversário.

Engordar – Há um tempo atrás contei como era perder 11 kg, como fiz para alcançar esta meta e de como estava feliz. Depois não tive coragem de contar que tinha recuperado o peso perdido. Não de forma direta como estou fazendo agora. No começo deste ano, perdi uns 4 kg, mas depois do reencontro com meu último ex e minha promoção (próximo tópico) que não ocorreu, me entreguei aos prazeres da comida. Frustração pura. Estou tentando voltar ao ritmo, mas é difícil.

“Despromoção”- Meu chefe anuncia que vai me mudar de função e me pede segredo. Não tinha pedido. No fim do processo, me avisa no meio de uma reunião de equipe que outra pessoa iria para este lugar no qual ocuparia.  Super legal, só que não.

Demissão – Começou uma onda de cabeças rolando no meu setor. Ameaças em reuniões. Climão.

Pós – Resolvi que iria estudar em 2013, me matriculei numa Pós Graduação de Língua Portuguesa, assisti quase dois meses de aula e desisti. Mais voltado para a língua falada, percebi a pouca aplicação prática no meu dia a dia e resolvi trancar.

Oficina – Entrei numa turma de Oficina de Criação Literária e estou encantada com minha professora. Uma senhora com mais de 70 anos, que vai dar aula com sua bengala e seu smartphone. Além disso, antenada com jovens escritores e assuntos modernos. E uma memória que ainda não percebi falhar. Uma lição de vida.

Tia  – Descobri hoje que vou ser tia pela terceira vez. Minha irmã resolveu povoar o planeta parindo três bebês. Junto a isso, minha afilhada vai fazer 9 anos. Fiquei literalmente para titia.

32 anos – Meu aniversário será daqui há uma semana. Não estou empolgada, ando desanimada com a vida. Farei uma festa na minha casa para pouquíssimos convidados e sei que poucos irão também. Espero melhorar meu humor até minha festa e prometo fazer um esforço pelos que vão se despencar até minha longíqua casa. Minha mãe que está animada para festa.

Espiritual – Desde janeiro, todos os domingos bato ponto na missa da Paróquia do meu bairro.Escolhi este caminho para me dedicar ao meu lado espiritual e confesso que tem me feito bem.

Rugas – Envelheci em um ano  o que não tinha envelhecido nos 31 que já vivi. Apareceu pés de galinha. Tento levar como marcas de batalha, algo que temos que exibir com orgulho.

Transformação – Um ano passou, depois seis meses e não sei mais quanto tempo, mas o meu tempo de lagarta no casulo está acabando. Ainda estou de mau-humor pela falta de olhar o mundo do lado de fora, mas quando puder voar o meu passado perderá a importância.

Mensagem

Não desanimes.

Persiste mais um tanto.

Não cultives pessimismo.

Centraliza-te no bem a fazer.

Esquece as sugestões do medo destrutivo.

Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.

Avança ainda que seja por entre lágrimas.

Trabalha constantemente.

Edifica sempre.

Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.

Não te impressiones nas dificuldades.

Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia-a-dia.

Não desistas da paciência.

Não creias em realizações sem esforço.

Silêncio para a injúria

Olvido para o mal.

Perdão às ofensas.

Recorda que os agressores são doentes.

Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.

Não menosprezes o dever que a consciência te impõe.

Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.

Não contes vantagens nem fracassos.

Não dramatizes provações ou problemas.

Conserva o hábito da oração para quem se te faz a luz na vida intima.

Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho que Deus te confiou.

Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.

Age auxiliando.

Serve sem apego.

E assim vencerás.

* * *

Emmanuel

(mensagem psicografada pelo médium Francisco Candido Xavier – do livro “Astronautas do além” – edição GEEM)