19 anos de novo

Então fui assistir o filme Faroeste Caboclo no fim de semana e na fila da pipoca encontrei com um menino que dei uns beijos quando tinha 19 anos.

Esta idade está me perseguindo, só pode.

Não vejo esta criatura desde esta época.

Eu o conheci num lugar alternativo que frequentava ao lado da minha casa nesta fase de transição para vida adulta.

Quando avistei aquele homem todo de preto, cabeludo, alto, bem branco, de cabelos bem escuros e olhos azuis, cismei que o queria de qq jeito. E atingi meu alvo.

Sempre ia acompanhada de algum amigo da faculdade (provavelmente Mauro estava nesse dia e kkkkkkkk), mas não esqueço quando coloquei na cabeça que não passaria daquela noite minha conquista.

Peguei uma caneca de vinho e fiquei encarando, esperando uma atitude. Os amigos o mostraram, ele agiu e saímos naquela noite e mais uma vez.

No segundo encontro fomos num bar tosco, conversamos sobre rock, nights e me diverti muito. Descobri q ele já tinha sido capa, quando era bebê, da revista Pais e Filhos.

Fazíamos um casal bonito, com minha roupa preta, meus cabelos de vermelho intenso e batom preto e ele com aquele charme.

Gostei muito desta fase da minha vida, tenho orgulho dela, mas passou. Como disse na última postagem, me reconheço mais no espelho de agora.

O que sou hoje tem muito das escolhas que fiz com 19 anos. Quando resolvi viver minha vida de forma livre e intensa, pela experiência das pessoas que passaram pela minha vida e trouxeram este ensinamento.

Este garoto que nem sequer lembro o nome é uma lembrança de uma vida que invejava de liberdade que ainda não tinha. Ele não foi o primeiro a mostrar isso, foi apenas mais um.

Engraçado que achava a vida dele o máximo. Hoje não trocamos uma palavra porém tive agonia de vê-lo com o mesmo cabelo grande e roupa preta. Para mim simbolizava muito.

Coincidentemente, também estava toda de preto. Mas minhas madeixas ñ são mais vermelhas, meus batons não são negros e eu não tenho mais 19.

Tanta coisa já fiz, conquistei esta liberdade maluca que sempre quis, vivi um bocado.

Viajei por aí, para vários destinos, alguns exóticos, conversei com pessoas com vidas tão diferentes da minha, acampei, morei sozinha, casei, tranquei uma faculdade e virei jornalista, estive em momentos históricos, separei, sofri, tive outras dores terríveis, subi, caí, levantei, amei intensamente, fudi com a vida dos outros e o castigo veio a galope, conquistei coisas que nem imaginava mas almejava.

E ele apesar de calvo, continuava de roupa preta e cabelos compridos…

Anúncios

Um comentário sobre “19 anos de novo

  1. Olá! Eu sou a Marcela e, em geral, não costumo frequentar os blogs para leituras, assim, ao acaso. Mas me deparei com esse seu post e me senti tão representada 🙂 que queria dizer isso. Bom, segue com tua vida intensa, alegre, construindo sempre o novo, rsrs. Até uma próxima vez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s