Memórias

Ontem abri mão de um evento que gosto muito mas não consegui lidar com a lembrança de que a primeira vez que estive lá, foi inesquecível, marcante e maravilhoso.

Como não ser feliz naquele grau de intensidade como já fui um dia?

Não ter um beijo épico filmado por uma TV local, uma bebedeira antológica, a gargalhada feliz?

Acordei com uma sensação de não quero viver se não for feliz daquela mesma forma. Senão for intenso, por que vou sair de casa?

Para piorar este sentimento nostálgico, assisto um especial sobre a carreira do Pearl Jam. Até hoje me lembro deste show, talvez não tenha sido a melhor lembrança mas, sem dúvida, nada substitui a primeira vez que vivemos algo. Ano passado assisti mais um show da banda de Seattle, também foi ótimo. Porém não senti o mesmo frio da barriga, os amigos não estavam mais lá. Eram outras pessoas especiais mas não era aquela sensação de passar pela experiência sem nunca ter vivido ela antes.

Como lidar com memórias de algo intenso numa vivência amena?

Anúncios